domingo, 6 de julho de 2014

Encontros Ocultos



Encontros Ocultos

As nuvens vão dormir
o bom tempo está sozinho
o luar consegue enfim existir
mãos de anjo no calor do ninho

fluxo temporal
marcas do tempo
poço celestial
levado pelo vento

o Universo de cada momento
passado na beleza
aliança do pensamento
fiel a sua natureza

encontros ocultos
se atinam em seus olhos
entregando frutos
à essência dos sonhos.

Arthur Nett
28/05/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário