sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Infiel às Vidas



Infiel às Vidas

Tantas almas devidas
regiões tenebrosas
infiel às vidas
núpcias de feras venenosas

da grande cratera
na discórdia nascerá
o ceifador de uma era
cada destino sua fúria sorverá

habitante mesclado
postremo do dia
soberano do breu profundo
a garganta o fosso de sangue da alma vazia

inúmeros derramaram
lagrimas no seu caminho
por ele nações acabaram
um a um aqueceram seu ninho.

Arthur Nett
12/10/2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário