segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Lembranças







Lembranças


Uso suas fotos pra acender a lareira
o calor me lembra o seu abraço
minhas recordações queimam como madeira
seu corpo sente falta da força do meu braço


nossas lembranças viraram carvão
o futuro da nossa relação virou fumaça
me questiono se fora em vão
guardo apenas uma foto nossa na praça
 
não existem mais fios dos seus cabelos no meu travesseiro
seu perfume na almofada some com o vento
tenta sem sucesso esqueçer nossas risadas com o tempo
se ilude achando que sou apenas um forasteiro

nosso ciclo está apenas no meio
você é minha rosa e eu seu jardim
com recordações me sasseio
você sempre será tudo pra mim.


Arthur Nett

23/01/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário