sexta-feira, 12 de julho de 2013

Longe do Chão


Longe do Chão

Cruza os sete Oceanos
conhece o pássaro antigo
que voa pelos anos
e tem a eternidade como abrigo

chove a palavra certa
no Tapete do Céu
seu beijo me desperta
meu amor é todo seu

onde o até o vento canta
soltando os pombos no brilho
do seu olho que me encanta
casa asa é um grão de milho

no milharal longe do chão
quando o verde das folhas forem áridas
a sua estrela estará no meu coração
todas as lembranças antes de você foram esquecidas.

Arthur Nett
06/07/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário