terça-feira, 2 de julho de 2013

Anjos Negros



Anjos Negros


Nenhum dos dois estava presente
nem Deus nem o Espirito Santo
haviam vampiros e muita gente
corvos entoavam o canto

anjos negros mostravam a direção
a noite era eterna
bebíamos do coração
da Deusa materna

aquela bela como a luz
intrépida como a escuridão
seu corpo era de Jesus
e meu veneno reinava no seu coração

atravessava a cidade
desrespeitando a terra
eu era mantido por ela e tomava liberdade
nascia assim o vilão para dominar a Terra.


 Arthur Nett


 03/06/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário