quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Caminhos Antigos



Caminhos Antigos

Caminhos antigos
por onde estive
são novos abrigos
onde o amor ainda vive

costas distantes
fazem banhar
lembranças constantes
como é profundo amar

estávamos cegos
em meio a tempestade
levados pelos ventos dos egos
esquecemos que só a liberdade

quando eu sou uma parte sua
e você é uma parte minha
cheia da luz da Lua
faz cores vivas por onde caminha.

Arthur Nett
16/10/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário