segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Cálice de Merlot









Cálice de Merlot


Vinhos no pacto da primeira dança
cruzando o salão do vinho branco
em beijos bem claros na França
amor radiante em preto-e-branco

cruzando os portões da suíte de núpcias
palácio no cálice de Merlot
pele macia de maçã nas caricias
na sua taça me embebedou

o monte de luz retira
nos quatro andares do bolo
sua flor de safira
plantada no meu solo

carretel de gôndolas desaparecendo
na linha de chuva do seu perfume
meu vinho semeado e envelhecendo
na terra firme do seu gume.
Arthur Nett
05/08/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário