sábado, 15 de outubro de 2011

Gladiador








Gladiador



Batalhas no sangue de Romanha
razia plaga de Lombardos
preso no Reino de Sardenha
trancende as eras dos reis Albanos

chora as tempestades
pelos cabelos do gladiador
nadando o canal das verdades
lastros de sangue e dor

bracelete perdido na saída de Ravena
espelhos do céu no Coliseu
a batalha com feras me condena
na gaiola de poeira seu sangue é meu

na casa dourada de Nero no Esquelino
meu caminho traçado no sulco sagrado por Rômulo
nas sete colinas em ramos do Palatino
espólios da glória imunes ao tumulo.

Arthur Nett
17/08/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário