quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Muralha



Muralha 

Quando os deuses 
te fizeram
feixes de luzes
se beijaram

o fogo amigo
numa feliz batalha
fez um generoso abrigo
no seu brilho à muralha

armados pelo sentir
munidos do desejo
imortal ao persistir
com fogo no beijo

dando baixa a solidão
exercitando o esconderijo
uniforme do coração
vencendo o desejo.

Arthur Nett
15/09/2014


Nenhum comentário:

Postar um comentário