quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Poetas





Poetas

Não existem mais reis
não existem mais estrelas no Céu
os anos mudam todas as leis
o único genuíno e intacto é o menestrel

contando em poemas nossa história
escrevendo no papel o novo dia
a nossa era em paginas de glória
a vida descrita com magia

desde 400 anos de batalhas de Homero
aos anos de ouro de Neruda
dos vencedores ao desespero
dos vencidos tudo muda

o que nunca morre
é o poeta e o seu Universo
o homem vive e morre
o bardo é eternizado em cada verso.

Arthur Nett
01/01/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário