domingo, 24 de março de 2013

Velho Lago



Velho Lago

Lagos de clima frio
fazem crescer no subsolo
seus lábios são o rio
minha boca o solo

seixo do rio interno
deságua em nós
como um abraço materno
isolado nos deixando a sós

somos residentes do velho lago
onde o vento e a chuva mergulham
a brisa na beira é um afago
onde seus olhos azuis encontram

o amor feito pela natureza
a paixão que flutua
imersa na sua beleza
ancorando minha boca na tua.

Arthur Nett
06/03/2013




Nenhum comentário:

Postar um comentário