domingo, 2 de fevereiro de 2014

Favo de Mel



Favo de Mel

Milhares de violetas
e uma única mariposa
uma nevoa de borboletas
faz a estrela diurna ser minha esposa

a luz do Sol o progenitor
da fabula do belo casal
sua fragrância de flor
minha coragem sem igual

num jardim inóspito
onde os pássaros cantam
um império conquisto
nossas almas se completam

sou um elfo rei
na sombra do favo de mel
quando te beijei
ouvi os sinos do Céu.

Arthur Nett
06/11/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário