quarta-feira, 5 de fevereiro de 2014

Lenda do Mal



Lenda do Mal

Na noite nem tudo
é dor e escuridão
a penumbra é o mundo
sombrio do meu coração

você traz a morte
lhe aguardo a anos te espero
por cada inverno sou forte
mais que tudo te quero

me tornar uma lenda do mal
ver o demônio andar entre nos
cadáveres não sepultados conservados no sal
devorar a essência de damas a sós

a alma da vitima
correr pela rodovia
o caminho será a última
trilha que seu destino conhecia.

Arthur Nett
01/11/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário