quinta-feira, 20 de março de 2014

Amor Antigo



Amor Antigo

Escondidos da fera
cegos no breu da caverna
o ogro nos espera
enquanto o luar emberna

onde tudo começou
o amor antigo
nunca acabou
cada olhar é abrigo

refugiada no meu colo
vê a besta partir
como num feitiço do solo
o devora fazendo sumir

sou um elfo banhado
pelas lagrimas do dragão
vivi totalmente isolado
ate você ferver meu coração.

Arthur Nett
16/03/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário