segunda-feira, 17 de março de 2014

Calor Celestial



Calor Celestial

No calor celestial
sei que ponte cruzamos
como Veneza e as gondolas somos um casal
sabemos  as ponte que queimamos

as fontes dos seus olhos
fecham o buraco
aberto pelos meus sonhos
um amor franco

puro ao amanhã
com a luz do criador
intimo como uma irmã
fazendo a paixão virar amor

não tem pra onde ir
sinta o meu aperto
não deves partir
seu destino ao meu lado é certo.

Arthur Nett
25/02/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário