segunda-feira, 17 de março de 2014

Magia



Magia

Me deixe com minha solidão
no seu quarto durma bem
sinta o calor no coração
do sangue você será refém

meu cabelo não fica branco
sou de uma tribo de assassinos
o sangue é o sentimento franco
que cruza nossos destinos

temido por sua família
cobiçado por seu desejo
recaída na minha magia
não veem o que vejo

vou te levar onde o não nasce o Sol
num lugar esquecido pelo Criador
minha vida se acabou
bebendo seu sangue e devorando seu amor.

Arthur Nett
04/03/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário