sexta-feira, 9 de maio de 2014

A Noite Cai



A Noite Cai

Criaturas da Morte
me invocam ao longo dos séculos
o sofrimento me fez forte
a dor foi um dos meus cenáculos

estive em todo massacre
por pedaço de terra
bebi sangue em cada acre
invadi o vazio da Terra

o Sol se vai
e caminho soberano
quando a noite cai
em busca de sangue humano

um fogo eterno
queimando minha pegada
hospedando meu terno
enquanto devoro a amada.

Arthur Nett
17/02/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário