sábado, 15 de junho de 2013

Janela das Violetas


Janela das Violetas

Numa casa de poeira
aos pés da janela de violetas
aos olhos do relógio de areia
me esconderam os planetas

só me deram a Lua
para poder me revelar
o quão crua
era minha alma antes de te amar

sentia a presença
de algo forte
me via criança
desvendando o destino ao norte

de uma gota no gota no Oceano
fiz o amor me guiar
em uma hora aprendi um ano
seu coração soube me ensinar.

Arthur Nett
13/05/2013

Nenhum comentário:

Postar um comentário