sexta-feira, 13 de junho de 2014

Noite Perdida



Noite Perdida

Uma noite perdida
longe por todo o tempo
acabou sem despedida
presa ao vento

fugindo da escoria
na luz do dia
morrendo pela honraria
em sentir minha extrema unção na hemorragia

eu estava esperando
a sua chegada
meus conflitos cicatrizando
seu passado te atraindo a minha morada

formamos felizes
um sanguinário casal
anoitecendo as cruzes
enegrecendo o dia celestial.

Arthur Nett
25/02/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário