terça-feira, 25 de setembro de 2012

Circo Primitivo






Circo Primitivo

Iniquo á corda bamba da febre
demônio no elenco do circo primitivo
palhaços inocentes pulam a lebre
fuzilada pelo sino furtivo

os sinais estão mortos
sonhos dormem no pesadelo
verdades afogadas nos portos
mentiras postadas com selo

luz da manhã presa no tabernáculo
mutante que anda sobre a chuva salobra
capítulo fundo na corcunda do versículo
de braços invasores que libertam a obra

enrolam as gramas da nuvem
abrem os novelos do chão
revelando o sol e sua ferrugem
centrando o lobo no cifrão.

Arthur Nett
01/05/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário