segunda-feira, 21 de maio de 2012

Anjo da Morte




Anjo da Morte
Trilhos fortes do mal de cem anos
apodrecendo o Sol do filho das estrelas
paredes se fechando nos Oceanos
tomando as vidas em taças belas

sem piedade no massacre do deserto
anjos caídos de São Miguel
solo sagrado fechado no Inferno aberto
sentia a presença do mal no Céu

mundos se chocão no lado da montanha
três anjos descem do Céu
a grande sombra cobrindo a aranha
mares incostantes de teias em carroussel

poldras lanceadas pelo anjo da morte
o mal dos vales derrubando o homem
cães de guarda no cercado da morte
círculos de fogo no cavanhaque do lobisomem.

Arthur Nett 20/07/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário