domingo, 10 de junho de 2012

Beijos Mascavos





Beijos Mascavos

Nasci nos seus sonhos
elevo e reavivo sua realidade
leio sua mente no roupante dos carinhos
clones da minha nobre verdade

aceito o convite para á côngrua
lua prateada num jantar com vela
o tempo passa coberto pela bússola nua
nossos beijos com fé de capela

Oceano do seu corpo sente
o desejo do barracuda voraz
seus lábios famintos como serpente
sua mão macia meu capataz

seus olhos estão costurados
na evolução do amanhã em mim
colados juntos e moldurados
na tela pintada no belo jardim.
Arthur Nett
24/04/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário