segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Desejo Mortal



Desejo Mortal

O sangue fervendo
nos olhos do morcego
seu sangue me aquecendo
e me deixando completamente cego

no uivo do lobo
no piscar da coruja
seu beijo meu único roubo
se entregue não fuja

ao desejo mortal
percorrendo milhares de ossos
das sombras formamos o belo casal
os futuros são nossos

o presente um veneno
que vai fundo no passado
nas presas mudei seu destino
o trilhei sangrento ao meu lado.

Arthur Nett
08/11/2013



Nenhum comentário:

Postar um comentário